IX Fliaraxá é contínuo e realiza atividades até 8 de dezembro
Exposição Retratos do Aroeira no Fliaraxá 2020. Foto: Daniel Bianchini

IX Fliaraxá é contínuo e realiza atividades até 8 de dezembro

  • Post category:Notícias

A programação prevê diversas atividades de incentivo e promoção da leitura

O IX Fliaraxá  teve sua programação virtual realizada online de 28 de outubro e 1 de novembro de 2020. Agora, as atividades do festival continuam até 8 de dezembro e o público pode conferir diversas atividades de incentivo e promoção da leitura. Além da distribuição de coleções completas dos patronos desta edição, Clarice Lispector e João Cabral de Melo Neto, tem ainda o prêmio de redação, a doação da exposição Retratos do Aroeira, atividades inéditas com autores nas escolas de Araxá. Confira mais detalhes abaixo.

Fliaraxá nas escolas apresenta autores de 9 A 13 de Novembro

Como já é parte da tradição do Festival Literário de Araxá, alguns autores têm encontro marcado com alunos das escolas da cidade no pós-evento para falar sobre sua trajetória na literatura infantil, ler ou contar histórias escritas por eles e responder perguntas do público. Neste ano, o formato é virtual para continuar respeitando as regras de distanciamento social. Serão realizadas transmissões exclusivas para as escolas. Os escritores convidados a participar são: Caio Riter, dia 9 de novembro, falando com estudantes das escolas  E.E. Vasco, E.E. Professor Luiz Antonio, E.E. Eduardo Montandom; Anna Claudia Ramos, dia 10 de novembro, conversando com alunas das escolas E.M. Manuela Lemos,  E. M. Lélia Guimarães, E.E. Lia Salgado; Penélope Martins, dia 11 de novembro, falando com crianças dos colégios Amar é, São Domingos e Atena;  Alex Gomes, dia 12 de novembro, conversando com estudantes do Sesc, do Colégio Gabarito e E.M. Professor Nelson; e Fê Liz, no dia 13 de novembro, falando com alunos do Colégio Dom Bosco, E.M. Alice Moura e E.M.Dona Gabriela. 

Sobre os autores: 

Alexandre Castro Gomes é escritor carioca, com cerca de 20 livros publicados para crianças e adolescentes, com foco no humor, folclore e cultura popular. Tem obras traduzidas para diversos países. Mestrando em Literatura na UERJ. Ex-presidente da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (AEI-LIJ)

Anna Claudia Ramos é escritora carioca, com mais de 50 obras publicados para crianças, adolescentes e adultas. Professora e mediadora de leitura. Mestre em Literatura pela UFRJ. Vencedora de diversos prêmios.

Caio Riter é escritor e professor gaúcho, com dezenas de obras publicadas para o público infantil e juvenil. Vencedor de diversos prêmios como o FNLIJ, SM Barco a Vapor, Açorianos, White Ravens, entre outros. Doutor e pós-doutor em Literatura.

Fê Liz é escritora, artista visual e contadora de histórias. Nascida em Minas Gerais, mora atualmente em Barcelona. Escreveu cerca de 20 livros para crianças e jovens, e já participou de diversas edições do Fliaraxá.

Penélope Martins é escritora e contadora de histórias paulista. Publicou diversos livros infantis e juvenis. Vencedora do prêmio literário da Fundação Biblioteca Nacional. Formada também em Direito. Tem o blog Toda Hora tem Histórias, especializado em literatura infantil.

Fliaraxá – Vale a pena ver de novo

Para matar a saudade ou rever pela primeira vez as mesas do IX Fliaraxá é só acompanhar o nosso YouTube, Facebook e Instagram. A partir do dia 9 de novembro, às 10h, haverá exibição da programação infantojuvenil e, às 19h, da programação adulta. As transmissões vão até o dia 8 de dezembro.  

Manifesto

Como resultado do encontro com participação de escritoras e escritores de diversos países, o Fliaraxá lançou o “Manifesto pela Sinergia das Línguas em Português”. O objetivo é criar uma integração dos autores por meio das redes sociais com a finalidade de desenvolver uma sinergia colaborativa e positiva para fazer com que, cada vez mais, a língua portuguesa e os seus atores se conheçam. Nomes importantes e falantes do português assinaram o manifesto. Neste link do site está o manifesto.

Prêmio de Redação Maria Amália Dumont

Como tema “As línguas portuguesas pelo mundo”, o IX Prêmio de Redação Maria Amália Dumont recebe inscrições até 27 de novembro pelo email redacao@fliaraxa.com.br. A ideia é revelar novos talentos na literatura e incentivar o hábito da leitura e escrita. Podem participar alunos de Araxá, tanto da rede pública como privada. Os candidatos devem escrever uma redação dissertativa-argumentativa entre 20 e 30 linhas obrigatoriamente. Os textos devem ser redigidos com caneta preta ou azul em folha padrão disponibilizada pelo prêmio. São três categorias com prêmio de R$ 1 mil. Neste link estão os detalhes sobre o prêmio.

Exposição Retratos do Aroeira

O cartunista Renato Aroeira produziu, a convite de Afonso Borges, retratos de alguns escritores e escritoras que fizeram parte do Fliaraxá nos últimos nove anos. Mais de 50 personalidades foram representadas. Além de virtual, a exposição também ganhou a cidade de Araxá. A mostra ficou nos corredores e espaços comuns do Tauá Grande Hotel disposta em 32 painéis, frente e verso. No dia 30 de outubro, durante o festival, a exposição ficou durante todo o dia no centro de Araxá, sendo vista por cerca de 2 mil pessoas.  

Agora, a exposição foi doada para a Biblioteca Pública Municipal, Biblioteca do UNIARAXÁ, Sesi Senai, Museu Dona Beja e para a Livraria Nobel, parceira local do evento, e estão abertas para visitação, conforme horários de funcionamento desses locais.