Você está visualizando atualmente A reinvenção do Fliaraxá depois de dez anos, por Luiz Humberto França
Escritor Tino Freitas na livraria do Fliaraxá (Foto: Drigo Diniz)

A reinvenção do Fliaraxá depois de dez anos, por Luiz Humberto França

  • Categoria do post:Notícias

Por Luiz Humberto França, jornalista, escritor e membro da Academia Araxaense de Letras

– Nossa, foi demais…

– Vocês estão de parabéns pela organização…

– O evento foi sucesso, e como deu certo no estádio, um lugar onde todo mundo se encontra.

– E cheio de surpresas, do nada, surge a ministra Cármem Lúcia do STF e todo mundo queria registrar o momento.

Com fim da edição 2023 do Fliaraxá e desmontada a estrutura, é assim que somos abordados nas ruas de Araxá, cafeterias e até no bate-papo no WhatsApp. Todos já com saudade deste evento que mexe com o coração de cada autor, leitor, adulto ou criança.

A escritora Juliana Monteiro, que mora em Roma, conheceu o Fliaraxá pela primeira vez e logo se encantou: “É imensurável o tamanho da minha alegria por ter participado. Foram tantos encontros bonitos que volto com o coração quente”.

Para autores regionais ou independentes, os espaços exclusivos foram a grande oportunidade de se apresentarem e mostrarem seus livros para o grande público do Festival.  “Como autor independente, foi um sonho realizado ver meus livros ao lado de grandes nomes da literatura brasileira e internacional. Nas mesas, a linguagem era o lugar do afeto, enfim minha paixão pela literatura foi renovada”, comenta Vanderlei Barbosa, escritor de Lavras.

O Fliaraxá este ano conseguiu, em novo local, manter a essência, sua característica principal, sua identidade, que é a proximidade e o acesso fácil do leitor ao seu autor favorito. E, com isso, incentivando, formando novos leitores e escritores. Legado comprovado nesses 10 anos de atuação em Araxá, que tem no Prêmio de Redação seu grande aliado.

E não foi só isso, chamou a atenção a sintonia entre os escritores convidados. Um time de peso nos seus mais variados estilos, que resultou numa união e amizade dentro e fora do evento. Ao atravessar a fronteira dos dez anos, o Festival conseguiu se reinventar e se tornar ainda mais mágico. Vida longa ao Fliaraxá!

O 11.º Fliaraxá foi apresentado pela CBMM, com patrocínio do Itaú e da Cemig, via Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, com apoio da TV Integração, Prefeitura Municipal de Araxá, Fundação Calmon Barreto, Câmara Municipal de Araxá, Academia Araxaense de Letras, Condor Eventos, Vale Sul/Goethe-Institut, Instituto Terra e Sesc.

Serviço:

11.º Festival Literário de Araxá – Fliaraxá

Informações:

@‌fliaraxa – www.fliaraxa.com.br

Informações para a Imprensa:

E-mail: imprensa@fliaraxa.com.br

31 9 9204-6367 – Jozane Faleiro